Planejamento tributário: saiba como fazer e qual a sua importância

A alta carga tributária brasileira é um dos principais desafios enfrentados pelos empreendedores. Seja micro ou pequena, a empresa necessita de um devido planejamento tributário para ganhar competitividade, evitando gastos extras.

Isso porque muitos empresários que não se organizam adequadamente acabam pagando mais taxas do que as necessárias. Além disso, podem até mesmo sofrer penalidades em razão de atrasos nos pagamentos ou ausência de contribuições obrigatórias nas esferas nacional, estadual e municipal.

Como o país conta com inúmeros impostos, a gestão precisa ser altamente profissionalizada, com o objetivo de evitar erros, auxiliando nas tomadas de decisões. Por isso, é imprescindível o conhecimento na área, inclusive utilizando a tecnologia como aliada no processo.

Para você não ter dores de cabeça com os tributos, mostramos neste post várias dicas que certamente farão a diferença no cotidiano corporativo. Portanto, continue a leitura e fique em dia com as obrigações fiscais.

O que é planejamento tributário

O planejamento tributário nada mais é do que a devida organização de todos os impostos que devem ser pagos mensalmente e também anualmente pelas empresas. Para isso, o gestor precisa fazer um levantamento para saber corretamente o que vem sendo pago e se há necessidade de determinados recolhimentos.

Afinal, muitos empreendedores, na ânsia de evitar problemas, pagam mais tributos do que deveriam, perdendo dinheiro. Por isso, a organização é extremamente importante para reduzir gastos desnecessários e ainda manter a sua empresa dentro da lei, sem preocupações com possíveis multas ou até processos judiciais.

Dentro dessa premissa, o planejamento pode ser operacional ou estratégico. O primeiro acontece com o devido cumprimento das exigências legais, incluindo tudo na rotina contábil.

Já o segundo é indicado quando a empresa necessita de estudos mais aprofundados para que seja incluída em determinado regime tributário, levando em consideração o ramo de atividade, número de colaboradores, estrutura de capital, entre outros aspectos técnicos.

A importância do planejamento tributário

Ao se organizar adequadamente, seu negócio diminui as despesas e passa a ganhar competitividade e mais capital para futuros investimentos.

Reduzindo gastos com o pagamento de impostos, certamente você poderá oferecer serviços ou produtos com valores atrativos, com um ganho considerável de novos mercados.

Inclusive incentivos fiscais podem ser conquistados com o planejamento tributário. Em determinados casos, a isenção se torna realidade, ou seja, o fôlego nas contas deixa de ser um sonho.

Podemos citar como exemplo o Simples Nacional voltado a empresas com faturamento de até R$ 3,6 milhões por ano. Com ele, seu negócio tem alíquotas reduzidas e muitas facilidades que permitem um melhor desenvolvimento da sua atividade fim.

Como fazer uma organização tributária impecável

No vasto campo dos impostos, algumas atitudes fazem a diferença no setor contábil. Como o planejamento necessita de tempo para trazer resultados, nada melhor do que continuar agindo corretamente ao longo dos dias.

Uma boa dica é sempre evitar a incidência de determinado imposto. Para isso, adote procedimentos que possam impedir a ocorrência do fato gerador do tributo, conhecendo a legislação vigente em sua cidade ou estado.

Assim, isenções poderão ser conquistadas desde que você se adéque às exigências. Outro ponto é abrir mão do pró-labore, deixando de lado o recolhimento do INSS e Imposto de Renda.

Outra situação muito comum é a diminuição do recolhimento das taxas, como o seguro de acidentes de trabalho. Também são válidas ações que estejam ligadas às políticas de incentivo, pois elas podem influenciar na redução do valor das alíquotas.

Além disso, você pode adotar medidas que retardem o pagamento sem a incidência de multas caso o caixa esteja no vermelho ou no limite. Dessa maneira, a sua empresa ganha uns dias, aspecto fundamental para melhorar o capital de giro.

Por fim, uma orientação que não pode nunca ser descumprida é realizar as artimanhas dentro da legalidade. Por isso, corra de ações fraudulentas que possam comprometer de vez a credibilidade da sua empresa.

Com as novas tecnologias, o planejamento tributário pode ficar ainda mais exemplar. Uma iniciativa que vem conquistando inúmeros empreendedores é a implantação de um software de gestão integrada, como veremos a seguir.

Os benefícios de um sistema de gestão integrada

Apesar de todas as vantagens demonstradas ao longo do post, sabemos que o ser humano é imperfeito e pode cometer falhas na organização dos dados e inclusive esquecer datas de pagamentos, como dos impostos.

De olho na eficiência do seu negócio, um sistema de gestão pode resolver todas as implicações que necessitam ser implantadas quando o assunto é planejamento tributário.

Com o software, simulações são feitas visando a redução dos custos, tendo como base os diferentes tipos de regimes tributários e até outras condições.

A sua empresa passa a ter uma configuração adequada com a realidade, ou seja, trata-se de uma estratégia com resultados positivos.

Além disso, a otimização do tempo é um diferencial que aumenta a produtividade e ainda melhora a comunicação interna entre os colaboradores.

Compromissos fiscais e contas a pagar e a receber estarão na tela do micro ou na palma da sua mão pelo celular. Os dados poderão ser salvos na nuvem, agilizando as tomadas de decisões.

A organização também é essencial no cruzamento dos dados, pois possibilita análises aprofundadas sintonizadas com a adoção de estratégias de acordo com a sua área de atuação.

Dessa forma, a sua empresa estará na vanguarda do mercado, inclusive com atualizações em tempo real. Assim, caso alguma lei mude, o software automaticamente contará com a versão mais recente, evitando falhas no cumprimento das obrigações fiscais.

A automação também é útil para você gerenciar os processos dentro da sua empresa, como envio de cobranças por boletos ou emissão de notas fiscais. Assim, a praticidade será uma solução para várias demandas.

Portanto, de olho em um planejamento tributário que representa vários ganhos para a sua microempresa, nada melhor do que aliar tecnologia e profissionalismo, pois se trata de uma iniciativa imprescindível diante da grande concorrência existente no mercado. Assim, sua empresa ganha mais competitividade, com redução de custos, otimização do tempo e maior produtividade no dia a dia.

E aí, gostou do post? Quer sempre acompanhar nossas postagens? Então siga nossas redes sociais, estamos no Facebook e no LinkedIn!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta