Você sabe dizer o quanto um cliente gasta durante o tempo em que ele mantém um relacionamento com sua empresa? Entenda esse custo através do Lifetime Value.

Lifetime Value: aprenda sua importância e como calcular

Quem está em busca de aprimorar suas vendas, com certeza acompanha índices como o volume de compras e o ticket médio por consumidor. Entretanto, você sabe dizer o quanto um só cliente gasta durante todo o tempo em que ele mantém um relacionamento com sua empresa? O Lifetime Value vai relevar essa resposta, além disso, vai te mostrar o real valor dessa pessoa para o seu negócio.

Esse indicador é muito útil para descobrir se as estratégias de fidelização estão funcionando ou não. Ao mesmo tempo, um empreendedor pode comparar os custos de manutenção e a captação de novos clientes e saber no que investir mais ou qual é o caminho mais vantajoso.

Neste post, você vai entender mais sobre essa métrica, como calculá-la e aplicá-la na realidade do seu negócio. Acompanhe e fique bem informado!

O que é Lifetime Value?

Trata-se de um termo em inglês, e pode ser traduzido como “valor do tempo de vida do cliente”. Ele funciona como uma previsão do quanto um negócio consegue faturar desde a aquisição até o fim do relacionamento com um consumidor.

Por mais que uma empresa não conheça, ao certo, quanto tempo essa relação vai durar, o cálculo do Lifetime Value pode oferecer uma estimativa e dar pistas sobre comportamento e hábitos do usuário. Para isso, deve-se estabelecer, primeiramente, uma medida periódica, por exemplo, 12 ou 24 meses.

Como calculá-lo para seus clientes?

A fórmula para calcular o Lifetime Value é simples. Um dos primeiros passos é determinar o valor do ticket médio de compras por cliente. Em seguida, verifique quantas vezes ele volta e faz uma nova compra. Essa taxa de retorno pode ser zero (ou seja, ele adquire algo uma vez e não regressa), diária, mensal ou até mesmo anual.

Por fim, estabeleça o parâmetro de tempo. Uma sugestão é olhar a data da primeira e última compra de um usuário ou, talvez, a duração do produto ou serviço que você oferta. Aplique os dados que coletou no seguinte esquema:

Lifetime Value = Ticket Médio por Cliente x Taxa de Retorno x Tempo.

Imagine que você possui uma microempresa e presta serviços de assessoria de imprensa. Você fecha contratos de no mínimo 1 ano com o cliente e cobra R$ 2 mil mensalmente. Sua fórmula ficaria assim:

LTV = 2000 (reais) x 1 (vez por mês) x 12 (meses) = R$ 24.000,00.

Logo, descobrimos que a soma de R$ 24 mil é quanto um cliente gasta anualmente na sua empresa.

Como aumentar o Lifetime Value do meu negócio?

O resultado dessa métrica favorece o planejamento e as tomadas de decisão. Com ela, fica mais fácil pensar em iniciativas para aumentar o faturamento e trabalhar a rentabilidade e a retenção de cada usuário, além de saber mais sobre o verdadeiro potencial de uma carteira de clientes.

Portanto, se a intenção é prolongar o relacionamento com o consumidor e estimulá-lo a investir mais no seu negócio, confira algumas ideias que podem contribuir para elevar seu Lifetime Value:

  • comunicação e marketing: envie, regularmente, campanhas especiais, e-mails e informações sobre o mercado e seus serviços. Assim, seu cliente fica atualizado e também interessado no nicho. Use ferramentas que otimizam o processo e oferecem um diferencial, como o SMS marketing;
  • produção de conteúdo: invista em um blog com conteúdo qualificado que agregue valor para o consumidor, ou seja, que o ajude a sanar dúvidas e lidar com seus desafios;
  • atendimento e pós-venda: sua equipe precisa estar preparada para dar o suporte adequado e entender as necessidades dos clientes. Aposte em tecnologia e automatize etapas para torná-lo mais rápido e eficaz.

O Lifetime Value é uma métrica fundamental, pois auxilia gestores a otimizar a gestão do relacionamento com seu cliente e garantir que ele seja duradouro. Agora que você conhece o conceito e sabe como calculá-lo, coloque esses conhecimentos em prática para entender melhor seus consumidores e ter resultados expressivos!

Quer ler mais posts interessantes como este? Então siga nossas páginas nas redes sociais — Facebook e LinkedIn — e acompanhe por lá novidades e conteúdos especiais!

Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta